Como tratar a Diabetes tipo 2 em crianças?

Como tratar a Diabetes tipo 2 em crianças?

A Diabetes é uma doença que se espalhou pelo mundo e, no entanto, menosprezada pela sociedade. Às vezes pensamos que não é grave e que é passageira, mas realmente não damos a importância que merece.

Tanto crianças, como adolescentes, adultos e idosos podem desenvolvê-la, seja Diabetes tipo 1 ou tipo 2.

Infelizmente, o Diabetes tipo 2 também se apresenta em crianças, e vêm sendo mais os casos que a desenvolvem, mas antes se considerava exclusiva dos adultos.

Há várias provas de que o Médico pode realizar-se se existem indícios da possível existência de Diabetes tipo 2 em uma criança. São três exames básicos:

Análise de sangue. Para verificar a concentração de glicose no sangue, em jejum.
Determinação sangüínea ao acaso. Em qualquer momento do dia.
Teste de tolerância oral à glicose. É um tipo de “desafio” o estado metabólico da criança, pois se mede o nível de açúcar no sangue depois de obter uma amostra em jejum e outras periódicas até 2 horas depois de ter tomado uma solução açucarada.

Caso o resultado seja positivo, o Médico deve recomendar-lhe de imediato um bom plano alimentar, atividade física e os medicamentos correspondentes.

O principal ponto com relação à alimentação, é fazer com que a criança continue a comer o necessário, para não prejudicar o seu crescimento e que, por sua vez, coma saudável e equilibradamente, porções recomendadas por um especialista, que vai garantir que a Diabetes não limite o desenvolvimento da criança.

Os objetivos do tratamento são:

Manter os níveis de glicose o mais normal possível.
Alcançar valores de hemoglobina glucosilada o mais normal possível.
Prevenir complicações oculares, renais, cardíacas e neurológicas.

Assim, tanto os pais, como o Médico e a criança, devem atender constantemente as necessidades decorrentes da Diabetes, para poder oferecer ao pequeno uma vida normal.

 

Leave a Reply