Avanços no automonitoreo

Avanços no automonitoreo

Um dos aspectos mais temidos pelas pessoas com Diabetes é o automonitoreo, pois significa que chegou a hora de peruca o dedo e tirar uma gota de sangue. Por isso é que os fabricantes buscam alternativas para atenuar as dores sobre os procedimentos de teste. Embora não eliminem a necessidade de exames regulares, foi reduzido o número de punções e se diminuíram as dificuldades que possam causar.

Lanceta laser. Funciona com um feixe de laser, que faz um pequeno furo no dedo. Sua finalidade é a de tornar menos doloroso o piquete que com as lancetas comuns, embora não elimine completamente a sensação de cortar a pele. Já está aprovado pelo FDA, órgão que regula alimentos e medicamentos nos Estados Unidos. Por enquanto só está à venda naquele país e com receita médica.
Medidores sem punção. Trata-Se do GlucoWatch Biographer, aprovado também pela FDA. Contém um sensor de pulso que mede a glicose através da pele através de uma corrente elétrica. No entanto, leva cerca de 20 minutos em calcular uma leitura, o que pode alterar o nível de glicose no sangue, pelo que haverá que esperar melhorias.
Implantes. Existe um dispositivo chamado Medtronic MiniMed Continuous Glucose Monitoring System (Sistema de monitoramento contínuo de glicose) que registra um fluxo contínuo de informações sobre os níveis glucémicos por meio de um sensor implantado sob a pele. Durante 3 dias o dispositivo faz uma leitura a cada 5 minutos, proporcionando um quadro completo do comportamento dos níveis de glicose, mesmo quando você estiver dormindo. Os dados podem ser transmitidos para o computador do Médico para fazer ajustes ao tratamento.

Estes avanços científicos no controle da glicemia ainda não estão no México, mas não duvidamos de que, se chegam a se aperfeiçoar, são vendidas em praticamente qualquer país do mundo, tornando mais fácil a vida das pessoas com Diabetes.

 

Leave a Reply